Na pescaria, as iscas são utilizadas para atrair os peixes para o anzol. No universo do marketing digital, é possível fazer uma analogia com esse conceito. As iscas digitais são, portanto, conteúdos que tenham relevância para o seu público, que atrairão a curiosidade e farão com que eles “paguem” com seus dados pessoais para poder ter acesso.

Para que uma isca digital seja efetiva, ela precisa ser realmente relevante para o público ao qual está sendo direcionada. Também é necessário que a isca em questão seja um conteúdo exclusivo. Caso contrário, as pessoas não terão interesse em acessar.

Além disso, é importante que a isca escolhida esteja alinhada com o comportamento e os interesses do público que pretende atingir. Seu tema precisa ser estrategicamente definido para atender às demandas daquele determinado tipo de público: se você deseja alcançar diversos públicos diferentes, o ideal é planejar iscas distintas, destinadas para cada um deles.

Para facilitar essa jornada, nesse artigo trazemos 4 ideias de iscas digitais que você pode utilizar em sua estratégia para capturar e-mails e melhorar a conversão.

1.E-books

Os e-books são umas das iscas digitais mais populares, pois, nesse tipo de mídia, as pessoas sempre esperam encontrar conteúdo embasado e aprofundado, bem escrito e editado, com informações validadas por especialistas no tema. Portanto, se você oferecer isso, elas ficarão felizes em fornecer seus e-mails em troca de um conteúdo tão rico.

Mas atenção: é preciso buscar a excelência na hora de produzir esse conteúdo. Portanto, além de um texto claro e informativo, é preciso investir em uma revisão impecável, em uma capa atraente e em uma identidade visual própria. É interessante pensar em adicionar imagens explicativas, links para outros conteúdos, infográficos e boxes de informação para tornar o conteúdo ainda mais atrativo.

2.Templates

Templates costumam ser muito visados na internet e, caso sejam realmente úteis para o público, funcionam muito bem para captar leads. Dependendo do segmento de sua empresa, os templates podem ser gráficos, como um arquivo editável de Photoshop, por exemplo, ou pode ser um documento, como uma planilha em Excel que possa ser editada pelo cliente de acordo com seus objetivos. O importante aqui é que, seja qual for o modelo escolhido, ele, de fato tenha relevância para o tipo de cliente que você almeja atingir.

3.Webinars

Uma webinar (ou vídeo-conferência), sobre algum tema que seja relevante para o seu público, é uma maneira excelente de oferecer conteúdo dinâmico e com alto potencial para que as pessoas, de fato, se interessem.

Vale lembrar que a webinar precisa ser dinâmica, com boa qualidade de imagem e de som, para não desagradar o público. Além disso, o conteúdo precisa ser realmente relevante, sem repetir velhas fórmulas e clichês facilmente encontrados na internet: faça com que seu público sinta que, de fato, valeu a pena fornecer os dados pessoais em troca do conteúdo que você está oferecendo.

4.Infográficos

Os infográficos são muito interessantes para o público, porque são capazes de informar sobre determinado assunto de uma maneira bem simples, rápida e didática. Afinal, é muito mais fácil entender um assunto explicado com gráficos, tópicos e imagens elucidativas do que ler vários parágrafos com a mesma explicação. Isso torna esse tipo de conteúdo uma isca digital extremamente eficiente.

Para uma estratégia mais completa, o ideal é unir as iscas digitais a outros serviços de marketing digital, como o e-mail retargeting e as notificações no navegador ou smartphone. Quer saber mais? Visite o nosso site e descubra!