Dominar as técnicas de precificação é fundamental para ter sucesso em um e-commerce. Uma boa estratégia ajuda a determinar o ponto em que você consegue maximizar o lucro que tem em suas mercadorias, sem que corra o risco de perder competitividade.

Mas essa arte é mais complexa do que se imagina, pois há uma série de fatores a serem considerados, como custos operacionais e de logística, o público da loja online, o posicionamento da empresa no mercado, entre outros! Por isso, nesse artigo vamos dar 6 dicas sobre precificação para aumentar as vendas no seu e-commerce.

1 – Evite brincar de leilão com os concorrentes

Com o boom de sites e aplicativos comparadores de preços e de serviços como o Google Shopping, parece tentador baixar os preços ao mínimo, para poder ganhar da concorrência. Entretanto, essa estratégia pode ser bem perigosa. Vender extremamente barato pode fazer com que você perca dinheiro, mesmo que tenha consumidores suficientes para “compensar” os preços extremamente baixos praticados. Por isso, é fundamental calcular sua margem de lucro e ajustar a política de precificação de sua loja para gerar lucro de uma maneira sustentável.

2 – Venda produtos específicos abaixo do preço de mercado

Conforme observamos na dica nº 1, cobrar preços extremamente baixos o tempo todo e em todos os produtos da loja é insustentável a longo prazo. Porém, como atrair clientes sem apelar para preços baixíssimos?  Deixe para dar descontos mais atrativos em produtos-chave, que tenham maior margem e sejam muito visados pelos clientes.

Normalmente, produtos específicos vendidos abaixo do preço acabam encorajando os clientes a comprarem outros itens. Assim, é possível dar descontos aos clientes e ainda aumentar o valor total da venda.  Com essa estratégia, é possível fazer cross-selling e up-selling e melhorar os resultados.

Uma sugestão interessante é informar seus visitantes via notificações push toda vez que um produto de sua loja estiver sendo ofertado por um preço imperdível. Assim, a chance de que ele entre para verificar e, de quebra, coloque mais itens no carrinho, aumenta muito!

3 – Aposte em ofertas por tempo limitado

Respeitando a margem de lucro e a estratégia de precificação de seu negócio, é possível surpreender os clientes com ofertas temporárias e promoções-relâmpago, seja em datas comemorativas, seja quando precisar dar aquele up nas vendas para bater as metas.

Uma dica para atrair mais clientes quando fizer esse tipo de ação é usar o e-mail retargeting para comunicar quando produtos desejados, pesquisados ou colocados no carrinho tiverem redução de preços.

4 – Ofereça algo de graça

As pessoas amam ser mimadas e, quando têm a sensação de estarem fazendo um bom negócio, tendem a comprar muito mais. Por isso, uma boa estratégia para seu e-commerce é, de tempos em tempos, oferecer algo grátis: podem ser brindes, amostras de produtos ou mesmo promoções do tipo “leve 3 e pague 2”.

5 – Aposte nos preços quebrados

Ao invés de praticar preços “redondos” em sua loja, uma dica certeira é apostar nos valores quebrados, de preferência terminando em 5, 7, 8 ou 9. Esse tipo de preço passa a impressão de que o valor final para o consumidor foi cuidadosamente pensado para ser justo. Inconscientemente, o consumidor considera que aquele é o menor valor que a loja pode cobrar pelo item sem perder lucro.

6 – Faça testes

Como tudo no marketing, os preços praticados em seu e-commerce também devem ser testados e mensurados regularmente. Experimente lançar produtos novos e ir modificando seus preços ao longo do tempo, para testar o mercado. Lembre-se: as ferramentas de análise de resultados são as melhores amigas do e-commerce!